14 de dezembro: 126 anos da passagem de Pe. José Marchetti para a Casa do Pai

Nesta quarta-feira, 14, a Igreja faz memória do Venerável Padre José Marchetti, Missionário Scalabriniano e Cofundador das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo, Scalabrinianas, que completa este ano 126 anos de passagem para a Casa do Pai.

José Marchetti nasceu no dia 3 de outubro de 1869, em Lombrici de Camaiore, Itália, filho de Angelo Marchetti e Carolina Ghilarducci Marchetti. Foi ordenado sacerdote em 03 de abril de 1892, quando celebrou sua primeira missa em Capezzano Pianore, Província de Lucca, Itália.

Em dezembro de 1894, durante uma viagem ao Brasil acompanhando migrantes italianos, após a morte de uma mãe que deixa um bebê órfão nos braços do pai, Pe. José Marchetti assume os cuidados da criança órfã e se encarrega de cuidá-la.

Sua sensibilidade em relação aos migrantes e, em especial, às crianças, o fez se atentar às dificuldades dos órfãos, o que o motivou a pedir a Scalabrini que enviasse Irmãs para essa missão: “… são muito necessárias e sinto que Jesus as quer para eliminar na migração uma chaga que os padres não poderiam curar”.

O Padre José Marchetti, segundo relato da Bem-Aventurada Assunta, foi quem “materializou a congregação feminina” ao reunir as primeiras missionárias, entre elas sua irmã e sua mãe, e apresentá-las ao bispo Scalabrini. Após a bênção e entrega do crucifixo na Capela de Piacenza, Itália, Pe. José partiu com elas para o Brasil, dando início à missão feminina em São Paulo, junto aos órfãos.

No Brasil, pe. Marchetti fundou dois orfanatos: o Orfanato Cristóvão Colombo, inaugurado em 8 de dezembro de 1895 e localizado no bairro do Ipiranga, que abrigava meninos órfãos filhos de imigrantes italianos e, também, de outras nacionalidades, bem como os filhos de ex-escravos, e o orfanato destinado às meninas na Vila Prudente, hoje chamado Casa Madre Assunta.

Em novembro de 1896, em uma visita à cidade de Jaú, São Paulo, Pe. José salvou um bebê, cuja mãe morrera de tifo, e um jovem italiano, prometido em casamento. Nesta visita, se tornou moribundo, vindo a falecer em 14 de dezembro daquele ano, vítima da febre que contraiu.

No dia 8 de julho de 2016, após um longo processo Canônico, foi declarado Venerável pelo Papa Francisco, que reconheceu suas Virtudes Heroicas.

Leia abaixo as mensagens da Superiora Provincial, Irmã Maria Lélis da Silva, e da Superiora Geral das Scalabrinianas, Irmã Neusa de Fátima Mariano:

Mensagem da Superiora Provincial

Mensagem da Superiora Geral

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
fevereiro 2023
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados