Afegãos diagnosticados com Covid-19 são transferidos para abrigo em Guarulhos

Cerca de 300 imigrantes afegãos estão acampados no Aeroporto Internacional de Guarulhos aguardando vagas em abrigos

Os dois imigrantes afegãos que foram diagnosticados com covid-19 e estavam acampados no Aeroporto Internacional de Guarulhos foram transferidos a um abrigo municipal, informou a Secretaria de Estado de Saúde (SES). De acordo com o órgão, até o momento, nenhum outro caso foi identificado.

Os dois afegãos, uma senhora de 64 anos de idade e um homem de 21 anos de idade, foram diagnosticados com covid-19 no domingo (4) na Unidade de Pronto Atendimento à Saúde (UPA) Cumbica, em Guarulhos. Ambos estavam assintomáticos e passaram por uma triagem por conta de outros problemas de saúde, segundo a Agência Brasil.

Após chegarem ao Brasil em busca de asilo, os dois imigrantes estavam acampados no Aeroporto Internacional de Guarulhos, junto a centenas de outros afegãos, onde aguardavam vagas em abrigos em São Paulo. Após o diagnóstico, eles ficaram em isolamento na UPA Cumbica, enquanto aguardavam vaga em abrigos.

O Afeganistão está, desde agosto de 2021, enfrentando diversos conflitos após o regime Talibã retomar o controle do país. Em setembro de 2021, o Brasil publicou uma portaria que concede o visto humanitário para pessoas em fuga do Afeganistão.

De janeiro a setembro de 2022, pelo menos 2.842 afegãos entraram no Brasil, de acordo com um relatório do Observatório das Migrações Internacionais (OBMigra). Atualmente, cerca de 300 imigrantes estão acampados no Aeroporto Internacional de Guarulhos enquanto aguardam vagas em abrigos. De acordo com dados do Ministério das Relações Exteriores, desde setembro de 2021, até o último 7 de outubro, foram autorizados 6.299 vistos a afegãos.

De acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), mais de 2 milhões de migrantes afegãos estão refugiados em países vizinhos do Afeganistão, como o Paquistão e o Irã.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
fevereiro 2023
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados