Alemanha registra população recorde após chegada de migrantes da Ucrânia

Cerca de 1 milhão de ucranianos estão refugiados na Alemanha

De acordo com dados divulgados pelo Serviço Federal de Estatísticas da Alemanha (Destatis) na terça-feira, 27, a população do país cresceu 1% no primeiro semestre de 2022, chegando a 84,1 milhões de habitantes, devido à chegada de migrantes ucranianos.

De acordo com o Destatis, a população no final de junho de 2022 tinha 843 mil pessoas a mais que no final de 2021. Em 2021, para fins de comparação, a população da Alemanha aumentou em apenas 82 mil pessoas (0.1%). A agência governamental ainda informou que esse aumento se deve “à chegada de refugiados da Ucrânia como uma consequência da guerra agressiva russa”, iniciada em 24 de fevereiro.

Ainda segundo o Destatis, um crescimento populacional tão grande só foi registrado duas vezes após a reunificação alemã: em 1992, quando chegaram 700 mil pessoas após a abertura das fronteiras no leste da Europa e em fuga da guerra na Iugoslávia, e em 2015, quando quase 1 milhão de migrantes fugiram para a Alemanha de países como Síria, Iraque e Afeganistão.

Até o momento, aproximadamente 1 milhão de ucranianos já migraram para a Alemanha, segundo dados do ACNUR, a Agência da ONU para os Refugiados, fugindo da guerra que já gerou 7,4 milhões de refugiados em toda a Europa. Estima-se que outras 7 milhões de pessoas estejam deslocadas internamente na Ucrânia.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
novembro 2022
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados