Celebração da Festa da Imaculada Conceição e de São João Batista Scalabrini em Anta Gorda – RS

Na quinta-feira, 8 de dezembro, a Comunidade de Linha Quarta, em Anta Gorda – RS, celebrou a festa de Nossa Senhora da Imaculada Conceição com muita devoção e com uma caminhada de fé, no Capitel Imaculada Conceição – Monte Grapa, local em que São João Batista Scalabrini celebrou a Eucaristia durante sua visita em 1904.

Durante sua visita aos migrantes italianos, São João Batista Scalabrini abençoou, no Capitel Imaculada Conceição, toda aquela terra com estas palavras que se encontram registrados nos arquivos da paróquia: “Pela fé e devoção deste povo, à Mãe Imaculada, com minhas mãos sacerdotais, invoco sobre todo este povo e lugar até onde meus olhos alcançarem, bênção e proteção de qualquer intempérie, vendavais, tempestades, secas, enchentes, etc.” (Scalabrini, 1904). O povo da comunidade tem forte fé nesta bênção, até hoje.

As Irmãs Scalabrinianas, Ir. Maria Cauzzi, Ir. Lídia Dametto, Ir. Maria Apoluceno e Ir. Neide Lamperti, acompanharam a procissão de mais de 2 km com a imagem de Nossa Senhora Imaculada Conceição, um quadro e a relíquia de Scalabrini. Participaram da celebração centenas de pessoas vindas de diversas comunidades da região. Durante a celebração houve testemunhos das irmãs e dos leigos que participaram da Canonização em Roma.

Ao final da celebração, o Pároco Pe. Benjamim, deu a bênção com a relíquia e todos aproximaram-se para tocá-la e pedir proteção a São João Batista Scalabrini.

Da Equipe de Comunicação Virtual, com a colaboração da Irmã Neide Lamperti

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
fevereiro 2023
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados