Celebração dos 127 anos da Fundação das Scalabrinianas

Há 127 anos era fundada por São João Batista Scalabrini a Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeu – Scalabrinianas. No dia 25 de outubro de 1895, foram enviadas para o Brasil as quatro primeiras Missionárias Scalabrinianas, para auxiliar os padres Scalabrinianos no cuidado dos órfãos filhos de imigrantes, especialmente os italianos.

A Congregação tem como cofundadores o venerável Padre José Marchetti e a bem-aventurada Assunta Marchetti

O Carisma da Congregação nasceu na época da grande emigração dos italianos para as Américas, que saíam de seu país em busca de uma vida melhor. “O nosso tempo, com uma face moderna, da última geração tecnológica e a polaridade, sofre tanto quanto na época do Fundador, dores e lutas, produz vítimas de toda sorte, entre elas multidões de migrantes aos quais somos enviadas/os por vocação-missão a dar respostas práticas”, citou a Superiora Provincial, Irmã Maria Lélis da Silva, em sua mensagem de celebração pela data.

As Scalabrinianas se dedicam a servir a todos através da educação, ação sociopastoral, no serviço da saúde, da catequese, e, especialmente, atuam em favor dos migrantes e refugiados. Atualmente, a Congregação está presente em 27 países, onde trabalham com a missão de proteger, promover e integrar a população em situação de mobilidade.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
novembro 2022
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados