CEPAMI prepara novos líderes para a Pastoral das Migrações

A Comissão Episcopal da Pastoral para os Migrantes e Itinerantes (CEPAMI) de Angola, liderada pelas Irmãs Scalabrinianas, dinamizou mais um curso de formação a fim de preparar animadores da Pastoral das Migrações para o trabalho nas Dioceses e Paróquias em temáticas e metodologias, tendo em vista de um melhor acolhimento e integração social de migrantes e refugiados na Igreja e sociedade.

Participaram 48 pessoas, de 7 dioceses de Angola, além de diversos migrantes, refugiados e repatriados provenientes do Benin e República Democrática do Congo e que já estão integrados nas comissões paroquiais da Pastoral das Migrações.

O evento decorreu de 17 a 20 de agosto, no Centro de Espiritualidade da Divina Providência, no Golf II, em Luanda. A formação contou com a coordenação da Ir. Neide Lamperti e da equipe do Secretariado Nacional, de alguns preletores convidados e especialistas no tema, tais como Dr. Paulo Inglês, Dr. Daniel Sukuacueche, a Equipe da Mosaiko – Instituto para a Cidadania, Ir. Rozeli de Oliveira, Dr. Pe. Avelino Chico, do Setor Migrantes e Refugiados da Santa Sé e a Comissão da CEPAMI.

Os temas abordados foram:

  • A organização e estrutura da CEPAMI
  • Metodologias e trabalho em redes e parcerias
  • Setores específicos da CEPAMI
  • A pessoa em situação de mobilidade
  • Magistério da Igreja e Pastoral da Mobilidade Humana
  • Realidade social e migratória em Angola
  • Leis de proteção e promoção dos Direitos Humanos no contexto migratório de Angola
  • Espiritualidade e fundamentos bíblicos da Pastoral da Mobilidade Humana
  • A problemática do Tráfico de Seres Humanos.
  • Planejamento Estratégico da CEPAMI e a metodologia de planificação e avaliação das atividades da Pastoral das Migrações.

Ao final, um grupo de jovens participantes apresentou uma peça teatral, sintetizando o que ouviram e de que forma um animador da Pastoral das Migrações deve ajudar os migrantes, sobretudo aqueles que se encontram em situação irregular em um país.

O curso foi um momento oportuno de aprendizado, troca de informações, de conhecimento das temáticas e metodologias que são importantes ao trabalhar com as pessoas em situação mobilidade. Os participantes apresentaram uma grande motivação e maior compromisso em acompanhar as pessoas que chegam até as paróquias e dioceses, criando espaços de escuta, acolhimento, de encontros interculturais, visando uma maior comunhão na diversidade.

Cada participante receberá o certificado e o credenciamento para melhor atuar no trabalho de animador da Pastoral das Migrações.

Confira algumas imagens do evento:

Da Equipe de Comunicação Virtual, com a colaboração da Ir. Neide Lamperti, Secretária Executiva da CEPAMI

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
outubro 2022
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados