Congresso instala Comissão para migrantes e refugiados

O colegiado atuará no acompanhamento e proteção dos direitos de pessoas em situação de mobilidade

Será instalada nesta terça-feira, 12, a Comissão Mista Permanente sobre Migrações Internacionais e Refugiados. O presidente e vice-presidente do colegiado serão eleitos após a instalação. A comissão será responsável por acompanhar os movimentos migratórios no Brasil e garantir os direitos dos refugiados.

Além disso, ao final de cada ano, o colegiado deverá apresentar um relatório com assuntos discutidos e sugestões a serem encaminhadas aos órgãos dos governos federal, estaduais e municipais. Para compor a Comissão, são escolhidos, pelo critério da proporcionalidade partidária, 12 senadores e 12 deputados como membros titulares.

No ano passado, a comissão debateu a situação de pelo menos 4,2 milhões de brasileiros que vivem no exterior. O senador Paulo Paim, que presidiu a comissão em 2021, lamentou os casos de exploração a que os brasileiros são submetidos fora do país, que os deixam, muitas vezes, impossibilitados de retornar. “Muitos acabam se colocando em situações extremamente complicadas e de vulnerabilidade. Vemos brasileiros e brasileiras sendo vítima do tráfico de corpos humanos”, afirmou.

Além dos venezuelanos, angolanos e haitianos, que lideram as requisições de asilo, o Brasil tem recebido pedidos de refúgio de pessoas de países de outros continentes, como a Síria e, mais recentemente, o Afeganistão e a Ucrânia.

De acordo com um levantamento divulgado em junho pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), imigrantes venezuelanos fizeram pelo menos 22,8 mil solicitações de refúgio no ano passado, número equivalente a 78,5% do total, seguido por cidadãos de Angola (6,7%), Haiti (2,7%), Cuba (1,8%), China (1,2%) e outros países (9%). De acordo com o documento, pelo menos 60 mil pessoas tinham o status de refugiado no Brasil em 2021.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
novembro 2022
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados