Curso gratuito apresenta dicas de comunicação para pessoas ligadas à temática migratória

Conhecer a mídia brasileira, entender como ela se relaciona com os temas da migração e do refúgio, e saber como orientar a produção de conteúdo sobre o assunto estão entre as propostas da 2ª edição do curso Dicas de Comunicação para Atores Ligados à Temática Migratória, que será oferecido no dia 2 de dezembro, de forma gratuita e online. A atividade integra o ForMigra, Programa de Formação e Capacitação em Mobilidade Humana e Deslocamentos Forçados, promovido pelo Centro de Atendimento ao Migrante (CAM), em Caxias do Sul, e cinco universidades.

Ministrada pelo jornalista com experiência no tema Rodrigo Borges Delfim, a capacitação é realizada em parceria e com certificado da Universidade de Caxias do Sul (UCS). O encontro ocorre das 8h30 às 11h30, de forma online.

São convidados a participar acadêmicos de Direito e da Comunicação e servidores públicos, funcionários e voluntários de organizações não governamentais que atuem no atendimento assistencial de imigrantes. As inscrições podem ser feitas até 1º de dezembro pelo site bit.ly/Formigra_Midia2.

Anote aí:

Dicas de Comunicação para Atores Ligados à Temática Migratória

Quando: 2 de dezembro, das 8h30 às 11h30

Onde: Google Meet, em link a ser divulgado aos inscritos

Quanto: gratuito

Palestrantes: jornalista com experiência no tema, Rodrigo Borges Delfim é mestrando em Comunicação Social e escreve para o site Migramundo.

Inscrições: bit.ly/Formigra_Midia2

Sobre o ForMigra

Em formato online e gratuito, o ForMigra é um Programa de Formação e Capacitação em Mobilidade Humana e Deslocamentos Forçados promovido pela Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo-Scalabrinianas, por meio do Centro de Atendimento ao Migrante (CAM), de Caxias do Sul, e cinco instituições de Ensino Superior (IES): Universidade de Caxias do Sul (UCS), Universidade de Passo Fundo (UPF), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA).

Seu objetivo é aprofundar o tema da migração e do refúgio, ainda em mais evidência com a guerra na Ucrânia, considerada a pior crise de refugiados na Europa desde a Segunda Guerra Mundial. O projeto de extensão, que tem alcance nacional, planeja oferecer, durante o ano, pelo menos 20 cursos, em diferentes tópicos, voltados a servidores públicos, funcionários ou voluntários de entidades assistenciais ou ONGs que atuem em prol de migrantes e refugiados, universitários que estudem os temas e demais interessados de todo o país.

Da Equipe de Comunicação Virtual com AESC

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
novembro 2022
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados