EUA: detenções na fronteira com o México superam 234.000 em abril

Os números representam um aumento de cerca de 24.000 apreensões quando comparados a março

De acordo com o Departamento de Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos (CBP, na sigla em inglês), foram detidos no mês de abril 234.088 imigrantes que tentaram cruzar a fronteira com o México. O número foi divulgado em um relatório na segunda-feira, 16.

Os números do mês de abril representam um aumento de cerca de 24.000 apreensões comparado a março, quando cerca d me 210.000 pessoas foram detidas na fronteira com o México.

O mês de abril marca a quarta vez em que a detenção de imigrantes na fronteira ultrapassou os 200.000 no governo Biden e, segundo o CBP, estabelece um novo recorde de apreensões.

De acordo com informações do órgão, a média diária de migrantes detidos na fronteira mexicana em maio não ultrapassa os 7.400, o que deve gerar pouco menos de 230.000 apreensões no total mensal.

Os números atuais devem aumentar ainda mais a pressão republicana para que seja mantida a medida de saúde pública conhecida como Título 42, que bloqueou cerca de 1,7 milhão de imigrantes de buscar asilo nos EUA durante a pandemia de Covid-19. Joe Biden, democrata, pretendia derrubar a medida até 23 de maio, o que vem gerando uma série de discussões sobre os efeitos do fim da medida.

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados