Irmã Edileuza Cruz Silva receberá título de Cidadã Ituiutabana

A Irmã Scalabriniana Edileuza Cruz Silva irá receber na quinta-feira, 20, o título de Cidadã Ituiutabana na Câmara Municipal de Ituiutaba/MG, por proposição do vereador Jair Marques de Freitas Filho. A solenidade terá início às 19h30 do dia 20 de outubro, quinta-feira. Todos são convidados a prestigiar o momento.

Irmã Edileuza no início da caminhada como Irmã morou em Ituiutaba por 5 anos, onde ela dava aulas, cuidava dos recreios, dava catequese no fim de semana e trabalhava com o grupo de jovens, a extinta Juvencar. Há 7 anos ela retornou para a cidade, agora como diretora da escola. Além de exercer sua missão aqui no colégio ela também é Ministra da Sagrada Comunhão na Catedral São José. Muitos são os jovens que passaram pelo caminho da Irmã e que ela passou pelos seus caminhos, muitos deles hoje pais de famílias e profissionais exemplares.

Dada a vivência da Irmã no colégio e o momento que o ESI Colégio Santa Teresa vive na região, ela foi homenageada no dia das mulheres na Câmara dos Vereadores, e o mesmo vereador que sugeriu seu nome para homenagear em março foi quem propôs essa homenagem com o título de Cidadã Ituitabana. Na Câmara de Vereadores da Cidade de Ituiutaba está presente um professor do ensino médio e alguns pais de alunos do colégio.

Da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
novembro 2022
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados