Irmãs visitam Missão Scalabriniana em Boa Vista/RR para troca de experiências

Entre os dias 13 e 17 do mês de setembro, a comunidade Presença Missionária São João Batista Scalabrini, na cidade de Boa Vista, Roraima, recebeu as Irmãs Scalabrinianas Idalina Pellegrini, que vive na cidade de Fortaleza, Ceará, e Rosane Costa Rosa, de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, para conhecer e aprender a metodologia GAPE – Missão Scalabriniana e multiplica-la nas missões onde elas acolhem e trabalham com os migrantes de diversas nacionalidades.

Durante a estadia em Boa Vista, elas tiveram a oportunidade de visitar e conhecer alguns grupos de migrantes que foram capacitados com a metodologia GAPE e já estão poupando o que ganham no dia a dia. Visitaram também os terrenos comprados pelos migrantes para construir suas casas, em uma das quais uma dessas famílias já está morando. No decorrer dos dias elas visitaram o grupo GAPE “VUEPUS” – VENEZUELANOS COM PROPOSITOS EMPREENDENDO POR UM SONHO, que se reúne todas as quartas feiras para poupar. As Irmãs também visitaram os migrantes que chegam na rodoviária.

As Irmãs também tiveram a oportunidade de conhecer a triste e dura realidade na fronteira da Venezuela com o Brasil, por onde passam milhares de pessoas migrantes durante o dia, trazendo o pouco que podem e os muitos sonhos de reconstruir a vida longe de sua pátria. Outra experiência foi a visita à Polícia Federal, onde é realizada a documentação para interiorizar a outros Estados, onde também há um grande número de migrantes esperando uma oportunidade para viajar, com trabalho já assegurado ou não.

Depois de visitar e conhecer um pouco estas realidades, a equipe da Presença Missionária se reuniu para realizar a capacitação das Irmãs nos seguintes tópicos: Metodologia GAPE, Regulamentos e Caderno GAPE. “Com esta metodologia acreditamos que elas poderão iniciar a formação de alguns grupos GAPE. Claro, imaginamos que, todavia, vão necessitar de um período de reforço desta metodologia, junto com os grupos que criaram em suas comunidades”, conta a Irmã Joana da Silva, coordenadora GAPE da Missão Scalabriniana. Na ocasião, também foram entregues parte do material usado na capacitação.

Foram dias de uma experiência maravilhosa que faz fortalecer o Sim a Deus pela causa dos migrantes e refugiados, que saem de seu país de origem buscando melhores condições de vida para seus familiares.

Confira algumas fotos das atividades desenvolvidas na capacitação:

Da Equipe de Comunicação Virtual, com a colaboração da Irmã Joana da Silva, Coordenadora GAPE Missão Scalabriniana

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
outubro 2022
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados