México registrou mais de 746 mil migrantes sem documentos em 2022

Pelo menos 110 mil migrantes menores de idade foram registrados no México durante 2022

Na sexta-feira, 30, o Instituto Nacional de Migração (INM) do México anunciou, por meio de um comunicado, que foram resgatados e registrados mais de 746 mil migrantes irregulares em território mexicano durante o ano de 2022. Todos os anos, milhares de migrantes cruzam o México para tentar atravessar a fronteira com os EUA.

No total, o INM contabilizou, de 1º de janeiro a 28 de dezembro de 2022, o resgate de 746.695 migrantes irregulares de várias nacionalidades. Os migrantes foram resgatados de armazéns, trailers de caminhões, hotéis e diversos outros locais, totalizando 636.461 adultos e 110.234 menores, sendo que destes últimos 14.270 estavam desacompanhados.

A maioria das pessoas resgatadas eram originárias da Venezuela, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Cuba, El Salvador e Colômbia. Além disso, o INM recebeu e assistiu 262.265 mexicanos repatriados.

De acordo com o INM, os Grupos Beta, que fornecem assistência a migrantes em situação de risco no México, atenderam 171.653 migrantes nacionais e estrangeiros durante o seu trânsito pelo país. Além disso, o Instituto recuperou 84 corpos de migrantes que perderam a vida em diversas rotas migratórias pelo país.

Apenas em novembro de 2022, já no Ano Fiscal de 2023, foram registradas mais de 233 mil apreensões de migrantes pela Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP) na fronteira com o México. No Ano Fiscal de 2022, encerrado em 30 de setembro de 2022, mais de 2,3 milhões de apreensões foram registradas na região.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
fevereiro 2023
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados