Missão Scalabriniana no Cambuci comemora Jubileu de 25 anos

A Missão Scalabriniana no Bairro do Cambuci irá comemorar, no dia 10 de setembro o Jubileu de prata dos 25 anos de sua existência. A celebração acontecerá na Paróquia Nossa Senhora dos Remédios às 17h.

A Missão Scalabriniana no Cambuci foi fundada em 15 de setembro de 1996, com o nome de CESPROM (Centro Scalabriniano de Promoção do Migrante) Cambuci. A celebração do Jubileu de 25 anos acontece em 2022, quando se comemoram 26 anos de trabalho na unidade, por causa da pandemia de Covid-19.

A Missão realiza o Serviço de Promoção da Integração e Acesso ao Mundo do Trabalho, com a oferta de cursos básicos de qualificação profissional, como informática, manicure/pedicuro, auxiliar de cabeleireiro e oficinas de beleza, que visam proporcionar conhecimento e acesso ao mundo do trabalho e geração de renda, bem como o desenvolvimento de novas habilidades e formação para a participação e cidadania.

Além da formação profissional, são utilizadas estratégias que possibilitam espaços de reflexão, interação grupal, convivência, fortalecimento de vínculos, resgate dos valores culturais, autoestima e cidadania.

Data: 10 de setembro de 2022
Horário: 17h
Local: Paróquia Nossa Senhora dos Remédios
Rua Tenente Azevedo, 182
Cambuci – São Paulo – SP

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
outubro 2022
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados