Pelo menos 77 migrantes morrem em naufrágio na costa Síria

20 migrantes foram resgatadas e estão em um hospital da região

O governo do Líbano informou, nessa sexta-feira, 23, que 77 mortes já foram confirmadas após o naufrágio de um barco de migrantes em águas sírias, no mar Mediterrâneo. De acordo com as autoridades sírias, o barco partiu do Líbano com cerca de 150 pessoas, a maioria libaneses e sírios.

Após a atualização no número de mortes, o ministro de saúde libanês, Hassan al-Ghabach, informou que “20 pessoas estão internadas no hospital Al-Basel”, em um comunicado. Entre os resgatados estão pelo menos 5 libaneses.

O barco naufragou no Mediterrâneo, na costa da cidade síria de Tartus na quinta-feira, 22. As equipes de bombeiros continuam no local, em uma operação delicada, devido ao mar agitado e ventos fortes.

No dia 13 de setembro, a guarda-costeira turca anunciou a morte de seis migrantes, entre eles dois bebês, e socorreu 73 pessoas que tentavam chegar à Europa pelo mar.

Com a grave crise econômica do Líbano, cada vez mais migrantes do país tentam cruzar o Mediterrâneo em embarcações improvisadas, em direção à Europa e à ilha do Chipre, a cerca de 175 quilômetros da costa libanesa. Segundo a ONU, pelo menos 38 embarcações com mais de 1,5 mil pessoas saíram ou tentaram sair ilegalmente do Líbano pelo mar desde 2020.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
outubro 2022
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados