Refugiados ucranianos chegam a 7,4 milhões

Pelo menos 13 milhões de pessoas estão deslocadas interna e externamente por causa da guerra na Ucrânia

De acordo com dados divulgados pela ONU, o número de refugiados da Ucrânia registrados na Europa passou de 7,4 milhões. Os números foram divulgados na quinta-feira, 22, por meio de um portal mantido com informações do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e do governo ucraniano.

Conforme o conflito na Ucrânia avança e não dá sinais de abrandamento, já foram registrados mais de 13 milhões de saídas do país desde 24 de fevereiro, quando a guerra começou. Além disso, pelo menos 6 milhões de entradas no país foram registradas no mesmo período.

A ONU esclarece que esses movimentos, no entanto, não representam indivíduos, mas sim movimentos entre fronteiras, podendo uma mesma pessoa ter sido registrada mais de uma vez, além de movimentos de ida e volta para visita a familiares ou verificar propriedades.

Dos países que mais tem registros de refugiados ucranianos, a Rússia vem em primeiro lugar, com 2,6 milhões de pessoas. Em segundo lugar vem a Polônia, com 1,3 milhão, seguida pela Alemanha, com cerca de 1 milhão de refugiados ucranianos. Do total, pelo menos 4,1 milhões estão inscritos em programas de proteção temporária na Europa.

No total, a guerra na Ucrânia já deslocou cerca de 13 milhões de pessoas. Desse total, pelo menos 7 milhões estão deslocados internamente na Ucrânia.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
novembro 2022
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados